Minha foto
Nome:
Local: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Terapeuta, grafóloga, especialista em Recursos Humanos. Trabalho com treinamentos e tenho consultório onde realizo atendimento clínico usando técnicas variadas entre elas hipnose, regressão de memória, coaching. Faço um trabalho específico para tímidos, individual e em grupo. Para mais informações deixe recado nos comentários.

terça-feira, setembro 01, 2009

A RESPONSABILIDADE DE CONHECER



Como é bom ouvir pessoas falarem que puderam sentir-se bem com uma palavra, uma frase, ou um artigo que escrevemos !
Em nossa ânsia de transmitir conhecimentos, ou passar para outros nossas conclusões e conceitos, tanto tempo digeridos, estudados, elaborados, não pensamos no impacto que isso possa trazer tão fortemente para algumas pessoas.
E me surpreendo, muito agradavelmente, quando alguém diz que lhe ajudei, ou lhe dei esperanças, num momento difícil de sua vida.
Procuro não deixar que meu orgulho cresça, apesar de me sentir tão feliz. Reconhecendo os meus limites e vendo, com humildade, o quanto ainda preciso aprender, o quanto, todas as pessoas com as quais convivo e tenho algum contato, têm a me ensinar. E volto a me sentir pequena, muito pequena, frente a grandeza destas forças misteriosas, que nos levam a encontrar as palavras certas num determinado momento, tanto aquelas que conseguí transmitir, quanto as que me foram ditas por "Marias" , "Celsos", " Joãos", "Ritas", e que me fizeram pensar e escrever este novo artigo, que me estimularam a seguir adiante nesta jornada.
Penso na imensa responsabilidade que temos ao trabalhar com esta energia maravilhosa, que cura, que transforma, que equilibra, e principalmente - atuar com seres humanos - pessoas que nos vêem muitas vezes, como sua última esperança, como aquele que traz conforto, como o apoio (às vezes o único), o incentivo. E somos seres absolutamente normais, com os mesmos defeitos, necessidades, problemas, iguais a todos, nos reconhecendo inúmeras vezes nas situações que nos são apresentadas.
Mas há uma diferença muito grande, optamos e aceitamos lidar com forças, energias, que não são de todo conhecidas, e temos que fazer jus a responsabilidade que assumimos, sendo ao menos, éticos.
Vejo algumas pessoas tirando proveito pessoal da fraqueza de outros, satisfazendo seus desejos mais baixos, usando, ludibriando, enganando, como se nada tivesse a menor importância, a não ser a concretização dos seus anseios.
Mas assim como acontece, quando estamos no caminho certo, das portas se abrirem, das pessoas certas surgirem, das palavras ditas e ouvidas serem compreendidas, também o inverso, com certeza irá se realizar.
Gostaria que todos tivessem muito cuidado com o que ouvem ou lêem. Com certas atitudes que ultrapassam o limite do profissional. Analisem, pensem, critiquem, julguem.
Não é porquê alguém escreveu um livro, um artigo, fez uma palestra, que é o dono da verdade.
Há doentes mentais e perturbados, inclusive espiritualmente, que foram e são, grandes líderes da humanidade, conduzindo pessoas que não pensaram corretamente, por caminhos tortuosos, às vezes sem volta (veja-se Hitler, um dos exemplos mais cruéis e outros líderes religiosos que levaram ao suicídio centenas de pessoas).
Há pessoas de aparência sã, postura de doutores, atitudes de benfeitores, que iludem, que abusam, conscientemente de outros.
E estes pobres seres que, por precisarem acreditar, por carência, por fraqueza, por simples ignorância, ou até por medo de reagir perante alguém considerado "tão importante", sofrem nas mãos destes elementos, muitas vezes considerando-se até privilegiados por merecer atenções especiais.
Sei perfeitamente que não bastam palavras para atingir esses indivíduos antiéticos. E mesmo que leiam ou escutem, irão continuar agindo da mesma forma. Mas desejo e acredito, que pessoas que estão passando por uma situação semelhante, ou venham a passar, terão a oportunidade de encontrar alguém que as oriente, ou ler algo que as esclareça a, pelo menos, pensar, analisar e concluir conscientemente.
É muito bom poder ser ajudado, mas não vamos nos entregar tão facilmente, acreditar tão inocentemente, nem considerar ninguém superior por ter acesso a informações que desconhecemos.
Nesse mundo, todos temos características que nos valorizam em diversas áreas, condições de aprender e, principalmente, capacidade de análise e julgamento, podendo escolher aquilo que é melhor para nossa vida e assumindo as conseqüências dessa escolha.
(Zélia Grillo)

Marcadores: , , , , , , , , , , , , ,

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home